Postagem em destaque

Biometria: TRE-BA convoca quase 3 milhões de eleitores a partir desta segunda (13/5)

Por  Tainara Figueiredo De ASCOM TRE-BA Revisão extraordinária deve ser concluída em todos os municípios participantes antes das Ele...


Clique para se inscrever em nossa Comunidade no YOUTUBE. Assim você fica sabendo de todas notícias - publicadas pelo DIÁRIO DO RIO PRETO DRP e por outros veículos de imprensa na internet - sobre os municípios baianos de Santa Rita de Cássia, Mansidão e Formosa do Rio Preto.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Motoqueiros atiram e matam homem em Santa Rita de Cássia por volta da meia noite

Abrapa apresenta prioridades da cotonicultura ao novo secretário de Defesa Agropecuária do Mapa

Por Hebert Regis
De Assessoria de Imprensa Abapa


O vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) e presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Busato, reuniu-se na sexta-feira (25/01) com o novo secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), José Guilherme Tollstadius Leal, na sede do órgão, em Brasília. No primeiro encontro dos representantes da cotonicultura com o novo secretário, Busato apresentou a agenda estratégica do setor algodoeiro e manifestou o apoio dos cotonicultores à nova gestão.

“Esta é uma das mais importantes pastas do governo para o agro, pois a defesa agropecuária é condição necessária para a sustentabilidade e a competitividade do agronegócio no país. Por isso, o êxito na administração da Secretaria é crucial para a todas as cadeias produtivas da agropecuária brasileira”, argumentou Júlio Busato, que participou da audiência acompanhado pelo diretor executivo da Abrapa, Marcio Portocarrero.

Dentre as prioridades endereçadas a Guilherme Leal, dois assuntos foram destacados: a necessidade regulamentação, dando mais praticidade aos critérios para a revalidação de estoques de defensivos vencidos e a ação do Mapa na definição da nova lista de produtos para registro prioritário de defensivos, levando-se em conta as necessidades dos produtores de algodão.

30.01.2019

Imprensa Abrapa

Catarina Guedes – Assessora de Imprensa

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Luís Eduardo Magalhães: Abastecimento fica interrompido em sete bairros nesta quarta-feira (30) para melhorias no sistema de abastecimento

Pela Assessoria de Comunicação da Embasa - Unidade Regional de Barreiras (UNB)


A Embasa informa que, para a substituição de válvula na captação, o abastecimento será temporariamente interrompido nesta quarta-feira (30), às 8h, nos seguintes bairros da sede de Luís Eduardo Magalhães: Jardim das Acácias, Vereda Tropical, Tropical Ville I e II, Jardim Ipê, Jardim Alvorada e Vale do Amanhecer.  A previsão é que o serviço seja concluído no início da noite, quando o abastecimento será gradativamente retomado.  Recomenda-se que seja reforçada  a adoção do uso racional da água reservada pelos imóveis até a completa normalização do sistema, previsto para ocorrer na manhã desta quinta-feira (31).

INSTITUTO ARCOR BRASIL COMEMORA 15 ANOS DE COMPROMISSO COM A EDUCAÇÃO

Por José Pedro Soares Martins - MTb 17.572
De Instituto Arcor Brasil

Foto EM Hilton Rocha - Nova quadra na EM Hilton Rocha, em Contagem (MG), como parte do Programa Escola em Movimento (Foto Divulgação Instituto Arcor Brasil)


      No dia 25 de maio de 2019 o Instituto Arcor Brasil comemora 15 anos de atividades. Em toda essa trajetória o Instituto sempre foi fiel a sua missão, de contribuir para que a educação seja uma ferramenta de igualdade de oportunidades para a infância. Para executar seus programas e projetos, próprios e em parceria, que atingiram mais de 3 milhões de crianças, adolescentes e famílias, o Instituto Arcor Brasil sempre priorizou a ação em rede e com foco importante no fortalecimento da escola pública.

      Contribuir para que a escola pública oferecesse atividades envolventes, de cunho multidisciplinar, foi o foco da primeira grande iniciativa do Instituto Arcor Brasil, o Programa Minha Escola Cresce. Em nove edições, entre 2003 e 2011, o Programa deu apoio a 182 projetos de escolas públicas no interior de São Paulo, Contagem (MG) e região de Ipojuca (PE), onde estão as plantas da Arcor do Brasil.

     Também teve nove edições o Programa Amigos do Mar, resultado da parceria entre o Instituto Arcor Brasil e o Projeto Tamar/ICMBio. Foi um dos mais amplos programas de educação ambiental já realizados no Brasil, tendo abrangido mais de 2 milhões de alunos em 17 estados brasileiros, através do concurso de desenhos sobre a vida marinha.

     A promoção da vida saudável também tem sido uma marca da atuação do Instituto Arcor Brasil em sua trajetória de 15 anos. A primeira iniciativa nessa linha foi o Projeto Vida, Luz e Som, de oferecimento de mais de 3 mil exames auditivos e visuais gratuitos para alunos de escolas públicas dos municípios onde estão as plantas produtivas da Arcor do Brasil.

     A promoção da vida ativa e saudável, através do movimento, foi por sua vez a ênfase do Programa Escola em Movimento, desenvolvido entre 2013 e 2018, em quatro edições. Foram apoiados projetos de 53 escolas públicas, em municípios da região de Rio das Pedras (SP) e também em Bragança Paulista, além de Contagem (MG) e Ipojuca, Escada e Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco.

     A partir do segundo semestre de 2018, uma nova iniciativa do Instituto Arcor Brasil estimula a vida ativa e saudável. É o Programa Aprendendo com Prazer, para Crescer Saudável, que também abrange o estímulo à alimentação saudável. São 20 projetos de escolas públicas apoiados, até o final de 2019, em Bragança Paulista, Campinas e Rio das Pedras, no interior de São Paulo, Contagem (MG), Ipojuca e Cabo de Santo Agostinho (PE). Do mesmo modo, o Programa apoio técnico e financeiro para as escolas e oferece oficinas de capacitação para todos os educadores envolvidos.

Fundo Juntos pela Educação – Um dos principais exemplos de ação em parceria do Instituto Arcor Brasil é o Fundo Juntos pela Educação, constituído em 2004 com o Instituto C&A e o fundo VITAE. O Fundo Juntos pela Educação promoveu, entre 2005 e 2010, o Programa pela Educação em Tempo Integral, com projetos apoiados em Campinas (SP) e Paraíba. Entre 2011 e 2013 o Programa pela Educação Integral deu suporte financeiro e técnico a projetos em Pernambuco e no Ceará.

      A partir de 2015 tem sido realizada a segunda iniciativa do Fundo Juntos pela Educação, o Programa Primeiro a Infância – Educação Infantil como prioridade. O primeiro ciclo foi implementado entre 2015 e 2017, nos municípios pernambucanos de Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe e São Lourenço da Mata. O segundo ciclo, ao longo de 2018 e com término previsto para março de 2019, abrange os municípios paulistas de Capivari, Mombuca, Monte Mor, Rafard, Rio das Pedras e Saltinho.

Ações em rede – A atuação em rede sempre foi uma prioridade para o Instituto Arcor Brasil. Nesta linha o Instituto é integrante da RedEAmérica, uma aliança hemisférica de mais de 70 organizações de investimento social privado e empresas. O Instituto Arcor Brasil compõe o Bloco Brasil da RedEAmérica, que já viabilizou vários programas de fortalecimento do desenvolvimento de base, em São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Bahia.

     O Instituto Arcor Brasil também integra o GIFE – Grupo de Institutos, Fundações e Empresas e o Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social. O Instituto integrou, igualmente, a Articulação D3 (Diálogo, Direitos e Democracia), que se empenhou pelo fortalecimento da sociedade civil brasileira.

Defesa de direitos – A defesa dos direitos das crianças e adolescentes tem sido ingrediente norteador das ações do Instituto Arcor Brasil ao longo dos 15 anos de atividades. Nesse sentido o Instituto foi um dos principais parceiros do Programa Na Mão Certa, uma ação da Childhood Brasil criada com o propósito de combater a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras.

Ação na cultura – Como parte da preocupação com o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes, o Instituto Arcor Brasil também atua na área cultural, através do apoio ao Salão Internacional e Salãozinho de Humor de Piracicaba, no interior de São Paulo. O Salão Internacional de Humor de Piracicaba é um dos eventos artísticos brasileiros mais conhecidos no exterior.

      Desde o ano de 2014 o Instituto Arcor Brasil é um dos patrocinadores do Salãozinho de Humor de Piracicaba, uma ação que visa levar a linguagem da charge, do cartum e dos quadrinhos para as salas de aula de escolas públicas e particulares. O Instituto também apoia várias ações outras ações da programação oficial do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, como a realização da Caminhada com Humor.

Mais informações:

José Pedro Soares Martins/ (MTb 17.572) - josepmartins@uol.com.br
55(19) 98396.4297

Instituto Arcor Brasil

www.institutoarcor.org.br

https://www.facebook.com/InstitutoArcorBrasil/

https://www.youtube.com/channel/UC10gtUFzD8tk-K5Gdj-Ft3g

Abapa integra equipe que apresenta estudo sobre potencial hídrico do Oeste da Bahia para novo presidente da Embrapa em Brasília (DF)

Por Hebert Regis
De Assessoria de Imprensa Abapa


O presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Busato, apresentou, durante reunião na última quinta-feira (24), para a equipe técnica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) os resultados preliminares do estudo do potencial hídrico do Oeste da Bahia, relacionados ao aquífero Urucuia. O novo presidente da entidade, Sebastião Barbosa, também estava presente na reunião, realizada na sede da Embrapa, em Brasília (DF).

Busato representou, na oportunidade, o presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Celestino Zanella, que também preside o Prodeagro, fundo dos agricultores baianos que vem garantindo o suporte para o desenvolvimento do projeto que pretende mensurar a disponibilidade das águas subterrâneas e superficiais da região.

Os coordenadores da pesquisa, Everardo Mantovani, e Aziz Galvão, da Universidade Federal de Viçosa (UFV), também estiveram presentes na reunião e reforçaram aos técnicos da Embrapa a importância do estudo científico, cujos dados serão fundamentais para possibilitar a gestão integrada dos recursos hídricos, bem como para subsidiar uma proposta com critérios para os usos por segmento, visando também à revitalização das bacias hidrográficas do Oeste da Bahia.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Centro de Análise de Fibras da Abapa recebe carregamento com equipamentos para reforçar a classificação na próxima safra de algodão

Por Hebert Regis
De Assessoria de Imprensa Abapa

O Centro de Análises de Fibras da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), considerado o maior da América Latina, recebeu na manhã da última sexta-feira (25), o primeiro carregamento com dois novos equipamentos de High Volume Instruments (HVI), que são fundamentais para classificar e atestar a qualidade da fibra produzida na Bahia.


Os cotonicultores baianos, por meio da Abapa, investiram R$ 8 milhões na aquisição de um total de cinco equipamentos, com início de operação na safra 2018/2019. Impulsionado pelo crescimento da produção da última safra de algodão na Bahia, o laboratório atingiu um novo recorde, com mais de 2 milhões de amostras analisadas, somando as classificações realizadas pelos aparelhos de HVI e visual.

FUNDO JUNTOS PELA EDUCAÇÃO COMPLETA 15 ANOS DE AÇÕES INOVADORAS

Por José Pedro Soares Martins - MTb 17.572
De Instituto Arcor Brasil
Com foto de divulgação do Fundo Juntos pela Educação

Foto Ecomuseu 291
Atividade no Ecomuseu de Maranguape   

      No dia 24 de agosto de 2004, Instituto Arcor Brasil, Instituto C&A e VITAE Apoio à Cultura, Educação e Promoção Social formavam oficialmente o Fundo Juntos pela Educação. Em 2019, quando a iniciativa completará 15 anos, o Fundo apresenta uma trajetória marcada por ações educacionais inovadoras, somando mais de 300 organizações abrangidas e milhares de crianças e adolescentes beneficiados.

       Desde o princípio a ideia do Fundo era possibilitar a composição de recursos técnicos e financeiros dos parceiros investidores, para apoio a programas e projetos de interesse comum, compatíveis com a sua visão de educação. O propósito já era o de viabilizar ações educacionais inovadoras, com o investimento em áreas de menor visibilidade social.

A primeira iniciativa – Após vários estudos e muito debate, os parceiros constituidores decidiram que a primeira iniciativa do Fundo Juntos pela Educação seria o Programa pela Educação em Tempo Integral, contemplando o apoio a projetos envolvendo verdadeiras redes, constituídas por escolas públicas, organizações comunitárias e outros serviços públicos, como postos de saúde e unidades de CRAS. Juntos, os parceiros de cada projeto possibilitariam educação em tempo integral para crianças e adolescentes, em outros espaços além dos muros escolares.

     Os territórios escolhidos para o campo de ação do Programa pela Educação em Tempo Integral foram o município de Campinas, no interior de São Paulo, e municípios da Paraíba. Após o processo de seleção, foram escolhidos nove projetos, ou nove redes em Campinas e nos municípios paraibanos de João Pessoa, Santa Rita e Lucena, sempre em territórios de alta vulnerabilidade social. Em três edições, o Programa pela Educação em Tempo Integral envolveu 134 organizações. A terceira edição abrangeu os projetos apoiados: Além das Letras, Pacto Sustentável e Comunidade Educativa e Novas Atitudes.Com, em Campinas; CRER-SER em Tempo Integral, Cata Aqui, Cata Acolá, Rede de Saberes, Roda, Rede! e Educação: (Com)Vivência Integral, na Paraíba.

Educação Integral – Entre 2011 e 2013 a iniciativa passou a ter o nome Programa pela Educação Integral, com foco no desenvolvimento integral, cognitivo, socioemocional e físico das crianças e adolescentes, e não apenas em termos de jornada ampliada para os alunos de escolas públicas parceiras. Agora passaram a ser apoiados projetos de articulação em rede em Pernambuco e no Ceará.

      No Ceará foram apoiados os projetos Hora do Jogo e Caldeirão das Artes, no município de Horizonte; Nossas Histórias, em Fortaleza; e Ecomuseu de Maranguape, em Maranguape. Em Pernambuco tiveram apoio os projetos Brincando com os Sons, em Olinda; Solidariedarte, em Igarassu; e Construindo saberes e direitos através da educação integral, em Recife, tendo como proponente o Clube de Mães dos Moradores do Alto do Refúgio. Ao todo foram envolvidas 80 organizações.

Educação Infantil – Em 2014, nos dez anos do Fundo Juntos pela Educação, os parceiros discutiram e organizaram uma nova iniciativa e a escolha foi pela atuação na área da Educação Infantil. É o segmento do sistema educacional brasileiro com menor visibilidade e investimentos, mas com enorme impacto social em termos do desenvolvimento integral.

      O Fundo Juntos pela Educação lançou então o Programa Primeiro a Infância – Educação Infantil como Prioridade. Foram escolhidos os municípios de Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe e São Lourenço da Mata para a implementação do novo Programa.

      A intenção agora era contribuir com a educação infantil de qualidade nos três municípios, em sintonia com os respetivos Planos Municipais de Educação.  O Fundo Juntos pela Educação contratou a Oficina Municipal, de São Paulo, para a organização e implementação técnica do Programa Primeiro a Infância. A estratégia central foi utilizar como fio condutor a elaboração ou reelaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) das unidades de educação infantil nos três municípios. Foi empregada uma metodologia participativa, para tornar o PPP de cada escola um processo dinâmico, vivo, que resultasse no amplo envolvimento de toda a comunidade escolar no cotidiano da respectiva unidade.

     Este primeiro ciclo do Programa Primeiro a Infância foi executado entre 2015 e 2017, nos três municípios pernambucanos. A partir da metodologia desenvolvida em Pernambuco, um novo ciclo foi implementado em 2018, em seis municípios paulistas: Capivari, Mombuca, Monte Mor, Rafard, Rio das Pedras e Saltinho. Este segundo ciclo será encerrado com um encontro regional, em fevereiro, e um seminário final, em março de 2019, em Piracicaba.

      Todas as unidades de educação infantil abrangidas pelo Programa Primeiro a Infância, em Pernambuco e São Paulo, construíram ou refizeram seus PPP, contemplando Planos de Ação com prioridades apontadas pelas comunidades escolares.

      No geral, apenas o Programa pela Educação Integral representou o apoio a 24 projetos, envolvendo 214 organizações e beneficiando mais de 100 mil crianças e adolescentes em quatro estados. Foram realizados 30 encontros de troca de experiências e 40 oficinas técnicas de capacitação.

     Muitas ações em rede construídas entre 2005 e 2013 continuam atuantes, como nos casos da Rede Novas Atitudes.Com, em Campinas, e da Rede Crer Ser, em João Pessoa. A expectativa é que as ações iniciadas no Programa Primeiro a Infância também tenham continuidade, nos três municípios pernambucanos e seis municípios paulistas que foram parceiros. 


Mais informações:

José Pedro Soares Martins/ (MTb 17.572) - josepmartins@uol.com.br
55(19) 98396.4297

Instituto Arcor Brasil

www.institutoarcor.org.br

https://www.facebook.com/InstitutoArcorBrasil/

https://www.youtube.com/channel/UC10gtUFzD8tk-K5Gdj-Ft3g

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

FASB abre novas oportunidades para o ingresso no ensino superior em 2019

Por Nádia Borges
De Araticum Comunicação


A Faculdade São Francisco de Barreiras programou, para os interessados em ingressar ainda em 2019 no ensino superior, cinco datas de vestibulares agendados. Essa modalidade de vestibular tem sido cada vez mais utilizada pelas universidades pela flexibilidade, uma vez que o candidato pode optar por uma data compatível com seus compromissos, e evitar problemas com o trânsito e a tensão pelo grande acúmulo de pessoas nos locais de prova, que são comuns no vestibular tradicional. A primeira prova foi aplicada nesta quinta-feira (24) e a próxima está marcada para a próxima terça-feira (29), às 19 horas. Em fevereiro, as três datas restantes são: 09, 13 e 16.

“Aqueles que primam pela boa formação, e entendem que a qualidade do curso é fundamental para uma melhor colocação no mercado de trabalho, terão boa impressão da estrutura da FASB, tanto da parte física, quanto dos setores administrativo e pedagógico”, disse Marcos Fenato, coordenador do vestibular. "O alto índice de aprovação dos egressos da FASB em concursos e exames e a demanda das grandes empresas por profissionais formados aqui também são indicativos da alta qualidade do nosso ensino", finalizou.


Os ingressantes nos cursos da FASB que estão incluídos nos vestibulares agendados, terão à disposição uma instituição moderna, com laboratórios bem equipados, salas de aula climatizadas, ampla estrutura de apoio e corpo docente qualificado. São 11 opções de cursos: Administração, Agronomia, Biomedicina, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Produção Audiovisual, Psicologia e Gestão da Tecnologia da Informação.

O aluno matriculado pode obter descontos de 30% no valor da mensalidade, no primeiro ano, e pode financiar 50% das mensalidades, por meio do programa de financiamento estudantil próprio da instituição, o Credfasb. As inscrições do Vestibular Agendado podem ser feitas gratuitamente no site da FASB (www.fasb.edu.br). Em 2019, as aulas terão início no dia 11 de fevereiro.

 Araticum Comunicação – 25/01/2019

Informações para a Imprensa:

Hebert Regis – (77) 9.9978 0913 ou hebert@araticum.jor.br

Nádia Borges – (77) 9.9115 8050 ou nadia@araticum.jor.br 

Barreiras: Embasa instala bomba na captação e abastecimento será normalizado ao longo desta sexta-feira (25)

Pela Assessoria de Comunicação da Embasa - Unidade Regional de Barreiras (UNB)


A Embasa informa que, o fornecimento de água foi retomado ainda nesta quinta-feira (25), às 19h, depois de concluído o serviço de instalação de uma nova bomba na captação do sistema de abastecimento de Barreiras. A normalização do sistema, com o serviço retomado em todos os imóveis da cidade, deverá acontecer ao longo desta sexta-feira (25). A equipe finalizou o serviço antes do previsto de comunicado divulgado pela empresa para a população. Aqueles que possuem reservatório para atender as necessidades diárias de consumo dos seus moradores não sentirão os efeitos desta interrupção.


GRÁFICA DO ASSIS CRIA NOVO CARTÃO DE VISITA DO DIÁRIO DO RIO PRETO DRP


Prefeitura de Formosa do Rio Preto renova estoque de EPIs do hospital municipal

Link fonte da postagem: Prefeitura de Formosa do Rio Preto renova estoque de EPIs do hospital municipal

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Entidade baiana se posiciona contra a sobretaxação de impostos para o setor agrícola

Por Hebert Regis
De Assessoria de Imprensa Abapa


Em alerta com a proposta do governo de Mato Grosso em aumentar impostos para o setor agrícola, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) acompanha o posicionamento das demais entidades, que divulgaram nesta quarta-feira (23) um manifesto contrário à sobretaxação. A entidade baiana manifesta a preocupação com os agricultores em campo, que somente a partir da última safra agrícola, vem recuperando gradualmente a rentabilidade dos seus negócios, prejudicada pela estiagem e pragas, além de impactos financeiros com a comercialização e variação cambial.

Para o presidente da entidade, Júlio Busato, é inadmissível aumentar a carga de impostos para o setor agrícola. “Não somos formadores de preços de nossos produtos e competimos com agricultores americanos e europeus fortemente subsidiados por seus governos, afirma. Busato acredita que os governantes devem olhar para a História e avaliar o que aconteceu, por exemplo, com o estado do Maranhão. “O aumento de impostos para resolver os problemas do estado, dizimaram a cultura do algodão, que poderia ter proporcionado ao estado uma economia mais forte do que possui hoje”, exemplifica.


Busato é contundente ao criticar os estados que aumentam os impostos para o setor agrícola. “Colocar a conta no agronegócio para pagar a conta do endividamento dos estados é uma irresponsabilidade”, garante. O agricultor acredita que o aumento de imposto assusta novos investimentos e encarece os alimentos para os consumidores. “O produtor rural, o setor agrícola e a própria população estão cansados e não aceitam mais o aumento abusivo de impostos, que somente impacta negativamente a economia brasileira, e nos enfraquece diante da concorrência internacional”, afirma.

Busato endossa o conteúdo do manifesto, assinado também pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), no qual ocupa a função de vice-presidente da entidade, e que teve como signatárias instituições de âmbito nacional como Abag, Abiec, OCB e as entidades do Mato Grosso, como Ampa, Aprosoja MS e Famato. O documento cita que toda a cadeia produtiva nacional sofre com a sobretaxação, desde os produtores, empresas, agroindústrias, e exportadores. “O cenário para o empreendedor rural se agrava devido à variação cambial, que elevou os custos de produção, tirando a rentabilidade do produtor. O tabelamento do frete, instituído pelo governo federal no ano passado, atrasou a comercialização de grãos e impediu produtores e exportadores de aproveitarem melhor momento para venda de seus produtos no mercado internacional”, reforçaram as entidades em comunicado.

Barreiras: Abastecimento será temporariamente interrompido nesta quinta-feira (24) de tarde para instalação de bomba na captação

Pela Assessoria de Comunicação da Embasa - Unidade Regional de Barreiras (UNB)


A Embasa informa que, para a instalação de uma nova bomba na captação, o fornecimento de água ficará temporariamente interrompido nesta quinta-feira (24), a partir das 15h da tarde, na sede e povoados de Barreiras. A previsão de conclusão do serviço é na noite do mesmo dia (24), às 22h, quando o abastecimento começará a ser retomado gradativamente. 

A previsão de regularização completa em todos os bairros da cidade é de até 24 horas, e acontecerá ao longo da sexta-feira (25). Recomendamos que, durante o período, os moradores façam o uso racional da água armazenada nos reservatórios domiciliares. 

Não sentirão os efeitos da interrupção os imóveis com reservatório domiciliar cuja capacidade seja suficiente para atender as necessidades diárias de consumo de seus moradores. 

Policiais participam de instrução em Formosa do Rio Preto para formação de Pelotão Tático Operacional

Link fonte da postagem: Policiais participam de instrução em Formosa do Rio Preto para formação de Pelotão Tático Operacional

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

CONVITE PARA FESTEJAR A CHEGADA DA ÁGUA NO ASSENTAMENTO DE REFORMA AGRÁRIA PA PRIMAVERA CAPEFE - Dia 9 de fevereiro de 2019


Abapa incentiva a participação de parlamentar em Frente que defende a agricultura brasileira

Por Hebert Regis
De Assessoria de Imprensa da Abapa


O Oeste da Bahia tem garantida a participação de representante da região na Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Incentivado pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), o deputado federal, Carlos Tito (AVANTE), participou na manhã desta terça-feira (22) da primeira reunião da Frente formada por membros do Congresso Nacional para debater e apoiar o desenvolvimento da agricultura brasileira. Como parlamentar do Oeste da Bahia, Carlos Tito considera natural a sua participação como deputado federal na FPA, visando ser o laço de estreitamento entre as entidades e os agricultores da região e os debates na Câmara dos Deputados.

“Por saber o quanto a nossa região cresceu e se desenvolveu nas últimas décadas, por causa da produção agrícola, estou à disposição para contribuir com o sucesso dos trabalhos da Frente, que vem garantindo e criando condições para o crescimento sustentável e justo da produção agrícola garantindo mais desenvolvimento para o País”, afirma. A reunião da FPA foi presidida pelo deputado federal Alceu Moreira, que substituiu a então ministra da agricultura, Tereza Cristina, convocada para assumir a pasta no atual governo. Criada oficialmente em 1995, a FPA tem o objetivo de estimular a ampliação de políticas públicas para o desenvolvimento do agronegócio nacional. De composição pluripartidária e reunindo mais de 200 parlamentares, a FPA se destaca pela defesa de quem produz, gera renda e emprego no Brasil.


O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, considera fundamental ter representantes baianos engajados em garantir apoio aos pleitos ligados ao desenvolvimento do agronegócio participem dos debates da FPA. “Essa articulação é importante para mostrar as demandas em pautas que vão ao encontro ao anseio dos agricultores, principalmente das melhorias da logística, comunicação, energia, fundiária, tributária, fitossanitário, dentre outros, que possam impactar diretamente a rentabilidade do setor que mais vem garantindo renda e emprego para os brasileiros no campo e nas cidades”, afirma Busato, que também é vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa).

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

GOVERNO DA BAHIA ASSINA MAIS UM PAPEL PROMETENDO ASFALTAR A BA 351

Por Luciano do Nascimento
Editor do DRP


A BA 351 é uma rodovia estadual que liga os municípios baianos de Mansidão e Santa Rita de Cássia. Essa estrada de chão encontra-se cheia de buracos em seu trecho de 86 km entre essas duas cidades do Vale do Rio Preto, no Oeste da Bahia, tornando-se intransitável por causa dos riachos formados pelas águas das chuvas.


No final do mês de janeiro de 2016, a média de chuva registrada na região cortada pela BA 351 foi de 750 milímetros, número cinco vezes maior que a média dos últimos 30 anos no mês de janeiro, que é de 149 milímetros.


Esse grande volume de água rompeu a estrada em muitos trechos, formando riachos que impediam o tráfego de veículos. Foi necessário fazer baldeação, os passageiros atravessavam a pé o riacho com as bagagens nas mãos para seguirem viagem em outros veículos que aguardavam na outra margem do riacho.


Uma cena ficou famosa nessa BA 351, aconteceu no dia 21 de janeiro de 2016, uma família atravessou o riacho carregando um caixão de um idoso de 91 anos, falecido em Brasília, para atender o desejo do familiar de ser sepultado onde nasceu, em um povoado depois do distrito de Malhada Grande, zona rural do município de Santa Rita de Cássia/BA.


No dia 4 de setembro de 2017, os passageiros do ônibus da empresa Emtram, linha de Buritirama para Barreiras, passando por Mansidão e Santa Rita de Cássia, via BA 351, tiveram um grande susto: o veículo perdeu as duas rodas traseiras por causa das péssimas condições da rodovia.


Inúmeros pedidos já foram feitos por deputados, prefeitos, vereadores, líderes políticos, religiosos e comunitários para asfaltar a BA 351; e também inúmeras promessas nesse sentido foram feitas por políticos no período das campanhas eleitorais. No entanto, a promessa continua como promessa do Governo da Bahia.


Por causa de tanta promessa não cumprida, criou-se um movimento em prol do asfaltamento da BA 351. O coordenador do movimento é o senhor Lourival Lopes de Alencar, natural de Brasília e servidor público aposentado, trabalhou no Banco Central do Brasil por 38 anos. Lourival é graduado e pós-graduado pela Universidade de Brasília (UNB), casou-se com uma santa-ritense e abraçou a luta pela pavimentação asfáltica da BA 351.


Foram realizadas duas manifestações com a participação de milhares de pessoas na luta pela obra de asfaltamento da BA 351.


A primeira manifestação do movimento aconteceu no dia 29 de agosto de 2017. Os manifestantes fecharam a BA 351 no lugar chamado Olaria, a aproximadamente 7 km da cidade de Santa Rita de Cássia no sentido Mansidão.


A segunda manifestação aconteceu no dia 20 de outubro de 2017, na altura do Entroncamento de Santa Rita de Cássia com a BR 135 no município de Riachão das Neves, no Oeste da Bahia.


Essa imagem ficou marcada na primeira manifestação do movimento por causa da união dos prefeitos eleitos nas Eleições 2016 pelo Partido Progressista (PP) nos municípios baianos de Santa Rita de Cássia, Mansidão e Buritirama - respectivamente Romualdo Rodrigues Setúbal, Ney Borges de Oliveira e Judisnei Alves de Souza (Dedê) - ligados pela BA 351.


O asfaltamento da rodovia BA 351 vai beneficiar não só as pessoas que trafegam sempre por ela em busca de atendimento para seus enfermos, como também vai impulsionar a economia desses municípios, gerando emprego e renda, tirando Mansidão do isolamento, ou melhor, do esquecimento, do abandono, da falta de compromisso e honradez do Governo da Bahia que só vem assinando papel para enganar o povo, principalmente o de Mansidão - município baiano mais distante de Salvador e que ainda não é ligado por nenhuma malha asfáltica.


Veja acima mais um papel assinado pelo Governo da Bahia prometendo asfaltar apenas os primeiros vinte e poucos quilômetros da BA 351.

Embasa realiza primeira visita técnica na estação de tratamento esgoto de Barreiras de 2019

Pela Assessoria de Comunicação da Embasa - Unidade Regional de Barreiras (UNB)


A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) realizou na última quarta-feira (15) a primeira visita técnica à estação de tratamento de esgoto de Barreiras. Os acadêmicos do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) visitaram a estrutura responsável pelo tratamento de todo o efluente coletado da cidade e que retorna com qualidade sem causar prejuízos ao meio ambiente. Na oportunidade, o engenheiro sanitarista da empresa, Anco Márcio Costa, e a assistente social, Geisa Mendes, explicaram o funcionamento do sistema de esgotamento sanitário operado pela Embasa, que atingiu no início deste ano a cobertura de 71,73% da sede municipal de Barreiras, beneficiando 39.137 mil imóveis.


Responsável pela solicitação da visita, a professora adjunta da UFOB, Maiara Macedo, acredita que esta é uma oportunidade para que os universitários possam conhecer, presencialmente, como funciona um sistema de esgotamento sanitário, desde a coleta até o tratamento, passando pelas estações de bombeamento, chamadas de elevatórias. “Agrademos a parceria da Embasa para reforçar aos nossos estudantes essa vivência para entender sobre o funcionamento de todo este sistema e quais as regras da legislação que devem ser atendidas, principalmente dos índices de qualidade de tratamento”, explica.


O engenheiro da Embasa, Anco Márcio, explicou sobre a capacidade da estação, que pode vir a tratar 266 litros/segundo de esgoto antes de voltar o rio Grande dentro dos padrões de lançamento de efluentes determinados pela legislação ambiental. “Embora eles possam estudar na teoria, é muito importante que os estudantes do curso de Engenharia possam visitar uma estação tão moderna quanto a que temos em Barreiras e que vem atendendo com níveis de qualidade de tratamento até acima do que é exigido pela legislação”, explica. Localizada na BR- 135, na saída para o Piauí, a estação integra um investimento de cerca de R$ 113,3 milhões, do Governo do Estado, por meio da Embasa, que modernizou e ampliou o sistema de esgotamento sanitário de Barreiras, e mais R$ 13,9 milhões para atender diretamente 15 mil domicílios.

Abapa doa toalhas 100% algodão para unidades hospitalares de Barreiras

Por Hebert Regis
De Assessoria de Imprensa Abapa


Em mais uma ação de responsabilidade social dos agricultores baianos, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) promoveu na tarde desta sexta-feira (18) a doação de 150 toalhas para serem utilizadas pelos pacientes das duas maiores unidades hospitalares de Barreiras: Hospital do Oeste (HO) e Eurico Dutra. Durante a entrega pelo presidente da Abapa, Júlio Busato, os gestores das unidades reforçaram da importância do ato de solidariedade dos agricultores baianos que vai garantir melhores condições dos pacientes durante as internações. As toalhas são 100% algodão e integram a Campanha "Sou de Algodão", que incentiva o uso da fibra entre o público consumidor.


O diretor médico do Hospital do Oeste, Lucien Zanon, e a coordenadora de Enfermagem, Marina Barbizan, entendem que a doação das toalhas vai contribuir diretamente com a população que precisa do atendimento ou tratamento médico na unidade.  “São utilizadas diariamente uma média de 200 toalhas por dia, substituídas todas as manhãs. Este tipo de ação faz a diferença e contribui muito com o atendimento oferecido para a população de Barreiras e do Oeste da Bahia”.


No Eurico Dutra, a diretora administrativa, Helena Luisa Lyrio, explica que as toalhas serão destinadas para o uso dos pacientes que ocupam os leitos das clínicas cirúrgica, médica e psiquiátrica. “É uma grande ajuda não somente para o Hospital, mas principalmente para aqueles que estão fragilizados e que precisam de atendimento médico. Neste momento, qualquer apoio e ajuda para melhorar as condições dos pacientes é bem-vinda”, afirma, ao agradecer mais uma vez o apoio dos agricultores.


Para Busato, estas ações demonstram o quanto os produtores baianos estão preocupados com o desenvolvimento socioeconômico e integrados à região. “Este suporte dos agricultores, por meio da Abapa e da Aiba [Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia] aos projetos sociais é uma realidade. Temos, por exemplo do ingresso solidário da Bahia Farm Show, que cede um percentual da bilheteria para o HO, e que já ajudou na aquisição de poltronas e ar condicionados, e o Fundesis, que investiu mais de R$ 3,5 milhões em 100 projetos de mais de 50 entidades filantrópicas nos 14 municípios do oeste da Bahia, melhorando diretamente a vida daqueles que precisam”, afirma.

Assessoria de Imprensa Abapa 21/01/19
Hebert Regis – (77) 9.9978 0913 ou hebert@araticum.jor.br
Nádia Borges – (77) 9.9115 8050 ou nadia@araticum.jor.br

Acidente entre moto e carro na BR 135 deixa três pessoas feridas em Formosa do Rio Preto

Link fonte da postagem: Acidente entre moto e carro na BR 135 deixa três pessoas feridas em Formosa do Rio Preto

sábado, 19 de janeiro de 2019

Mansidão/BA: Médicos desistem de programa federal e baianos ficam sem atendimento

Link fonte da postagem: Médicos desistem de programa federal e baianos ficam sem atendimento

SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA DO ASSENTAMENTO CAPEFE ENTRA EM FUNCIONAMENTO - MORADORES AGRADECEM A DEPUTADO

Por Luciano do Nascimento
Editor do DRP


A Associação dos Parceleiros do Assentamento São João Batista P. A Primavera CAPEFE é formada por aproximadamente 100 famílias assentadas em uma área situada próxima ao distrito de Malhada Grande - zona rural do município de Santa Rita de Cássia - Bahia.








Os moradores vinham sofrendo com a escassez de água. Graças aos esforços do Sr. Jeziel Ribeiro Feitosa - presidente da entidade - já se encontra em funcionamento, desde o início deste mês de janeiro de 2019, o sistema de distribuição de água do assentamento de reforma agrária CAPEFE.





Os moradores não esconderam a alegria de verem a água jorrando das torneiras de suas casas - é mais dignidade no campo! Eles fizeram questão de gravar vídeos agradecendo ao deputado progressista Antônio Henrique Junior por conseguir junto à Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (CERB) os recursos para execução da obra. No próximo dia 9 de fevereiro - segundo sábado do mês - haverá uma festa de comemoração na CAPEFE por mais essa conquista. Está confirmada a presença do deputado estadual mais votado nas Eleições 2018 nesse Município do Vale do Rio Preto - Oeste da Bahia - Nordeste do Brasil.

SAAE DE SANTA RITA DE CÁSSIA/BA CRIA SITE NA WEB - CONSUMIDORES JÁ PODEM SOLICITAR 2ª VIA DE CONTA E OUTROS SERVIÇOS ONLINE

Link fonte da postagem: SAAE DE SANTA RITA DE CÁSSIA/BA CRIA SITE NA WEB - CONSUMIDORES JÁ PODEM SOLICITAR 2ª VIA DE CONTA E OUTROS SERVIÇOS ONLINE

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Bahia bate novo recorde de amostras de algodão analisadas na safra 2017/2018

Por Hebert Regis
De Assessoria de Imprensa Abapa


Segundo maior produtor de algodão do Brasil, a Bahia conta com o maior laboratório de análise de fibras da América Latina, localizado em Luís Eduardo Magalhães. Com o crescimento da produção na safra 2017/2018, que totalizou 1,2 milhão de toneladas de algodão em caroço e 535 mil toneladas de pluma, o Centro de Análise de Fibras testou um total de 1.854.152 milhão de amostras de algodão em equipamentos de High Volume Instruments (HVI) e 220.941 mil por meio de classificação visual. Ao superar os dois milhões de amostras classificadas, este foi considerado um recorde histórico em uma única safra pelo laboratório mantido pelos próprios cotonicultores, por meio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa).

Para garantir maior confiabilidade da fibra pelo mercado consumidor, houve um incremento de 62,32% no número de análises realizadas na Bahia em relação à safra 2016/2017, que contabilizou um total de 1.126.408 milhão de amostras de HVI e 166.891 mil por classificação visual. Para o gerente do Centro de Análise de Fibras da Abapa, Sérgio Brentano, o laboratório trabalhou ao longo de toda a safra para atender a demanda dos cotonicultores. “A partir do início da colheita, em junho passado, os produtores passaram a encaminhar as amostras para classificação. Cerca de 65 profissionais trabalharam ao longo desta safra para garantir a classificação e atestar a qualidade do algodão baiano”, afirma.


Graças aos equipamentos HVI, são analisadas características intrínsecas de avaliação do setor têxtil como alongamento, resistência, uniformidade, reflectância, amarelamento, maturidade, grau da folha e índice de fiabilidade. O presidente da Abapa, Júlio Busato, explica que esta classificação tem sido fundamental para demonstrar a qualidade do algodão que vem sendo produzido no oeste da Bahia. “A região possui o regime de chuvas ideal para a produção do algodão somado às tecnologias em cultivares e de manejo de pragas que o produtor baiano vem utilizando no campo para levar a melhor fibra para o mercado, garantindo também melhor rentabilidade ao gerar o diferencial da sua fibra”, afirma.

Desde 2013, a Abapa vem modernizando o laboratório. Em 2018, foi implantado o sistema Chiller que permite maior controle nas condições do ambiente, adequando a umidade necessária para obter resultados mais precisos das amostras analisadas. A entidade também investiu na aquisição de cincos novas máquinas de HVI, com investimento em torno de R$ 8 milhões, com início de operação na safra 2018/2019. “Neste período, houve a adesão do nosso laboratório ao programa de qualidade Standard Brasil HVI (SBRHVI) da Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa), o que garante maior confiabilidade dos resultados das análises do algodão. Os compradores terão ainda mais segurança na aquisição do algodão adquirido de nossos produtores, que vem conquistando a confiança e reconhecimento do mercado no Brasil e no Mundo”, reforça Busato.


Na safra 2018/2019, a entidade estima um incremento de 26,5% da área plantada em relação à última safra, contabilizando 332 mil hectares em toda a Bahia. O oeste do estado concentra 96% da atividade no estado e tem garantido nas duas últimas safras produtividade recordes em torno dos 320 arrobas de algodão/hectare.

Assessoria de Imprensa Abapa 18/01/19

Hebert Regis – (77) 9.9978 0913 ou hebert@araticum.jor.br

Nádia Borges – (77) 9.9115 8050 ou nadia@araticum.jor.br

Formosa do Rio Preto/BA: Projeto para levar água do Rio Preto para Tábuas, Intans e outras localidades já está sendo elaborado

Link fonte da postagem: Projeto para levar água do Rio Preto para Tábuas, Intans e outras localidades já está sendo elaborado

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Ações da Embasa elevam cobertura de esgotamento sanitário para 70% em Barreiras

 Pela Assessoria de Comunicação da Embasa - Unidade Regional de Barreiras (UNB)


As ações da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) para expandir o atendimento do serviço de esgotamento sanitário em Barreiras, no oeste da Bahia, elevou a cobertura para 71,7% dos imóveis atendidos na sede municipal nos últimos cinco anos. A ampliação gradual da rede coletora de esgoto conseguiu garantir que, atualmente, 39.137 mil domicílios tenham acesso a coleta e tratamento de suas águas servidas.

O sistema de esgotamento sanitário (SES) de Barreiras passou por uma ampliação significativa entregue no final de 2016 cujo investimento foi de R$ 113,3 milhões. Desde então, a Embasa foi instalando mais acessos à rede coletora para os imóveis de áreas da cidade que não tinham sido contempladas na ampliação de 2016. Só nos últimos três anos, a empresa investiu R$ 13,9 milhões e beneficiou mais 15 mil domicílios.


O gerente regional da Embasa, Francisco Andrade, explica que todo o esgoto coletado em Barreiras é transportado para uma estação de tratamento localizada na BR-135, na saída para o Piauí, para que o efluente tratado possa ir para o rio Grande sem poluir suas águas, de acordo com a legislação ambiental. “Em muitos locais, ainda existe esgoto correndo a céu aberto, mesmo nos bairros onde já existe rede disponível e o morador pode e deve ligar a rede interna de seu imóvel à rede pública. Muitos imóveis continuam jogando esgoto na rua ou na rede de água de chuva, prejudicando aqueles que estão fazendo a sua parte”, afirma Andrade.

A Embasa reforça que, de acordo com a lei estadual 7.307/98, o decreto estadual 7.765/00 e a Resolução 002/2017 da Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), o proprietário ou morador é obrigado a fazer a ligação do imóvel à rede de esgoto quando disponibilizada. Embora não tenha poder de autuar e fiscalizar, a Embasa vem trabalhando em parceria com o órgão ambiental municipal para atuar em casos graves em que imóveis continuam despejando esgoto diretamente na rua nos locais onde existe a rede de esgotamento sanitário implantada. Para saber se a rede está disponível, o usuário pode se dirigir à loja de atendimento ou entrar em contato no teleatendimento pelo 0800 0555 195.



Arquivo do DRP