Google+ Badge

Postagem em destaque

ANÚNCIOS

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

EMBASA BENEFICIA 11 MIL NOVOS IMÓVEIS COM O SERVIÇO DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO NO OESTE DA BAHIA

Pela Assessoria de Comunicação da Embasa - Unidade Regional de Barreiras (UNB) - (77) 3612 9310


A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) vem ampliando a cobertura do serviço de esgotamento sanitário nas cidades do oeste da Bahia. Das cinco cidades atendidas com um sistema próprio de coleta e tratamento, 11.007 imóveis passaram a ser beneficiados no último ano, um crescimento de 45,7% em relação ao índice de 2016, que contou com 5.976 novas ligações de esgoto. Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, as duas maiores cidades do oeste da Bahia, foram responsáveis pela maior expansão da cobertura de esgoto na região, com acréscimos de 6.137 e 4.623 novas ligações, respectivamente. Já os demais sistemas na região - Ibotirama, Canápolis, Muquém do São Francisco – tiveram juntos 247 novas ligações de esgoto.


Barreiras conta atualmente com 33.436 ligações e superou a cobertura de 60% da sede municipal atendida com o sistema de esgoto. Há cinco anos, antes dos investimentos da ordem de R$ 113,3 milhões, do Governo do Estado, por meio da Embasa, para a modernização e ampliação do sistema, Barreiras tinha uma cobertura de 8%. “Também foram investidos R$ 4,3 milhões para implantar rede para interligar os imóveis à rede coletora já instalada proporcionando que mais pessoas tivessem acesso ao serviço e reduzindo a quantidade de esgoto jogado direto nas ruas e no Rio Grande. Para 2018, deverão ser investidos R$ 4,1 milhões para atender novos imóveis com o serviço de tratamento de esgoto, afirma o gerente regional da Embasa, Francisco Araújo Andrade.


Em Luís Eduardo, que conta com 11.084 ligações de esgoto e cobertura de 40% da sede, a empresa mantém os recursos para a interligação de novos imóveis onde a rede já está em funcionamento e conduzindo os efluentes para serem tratados em estação própria. Nos últimos anos, foram investidos cerca de R$ 12,052 milhões para beneficiar os moradores de cerca de 9,6 mil imóveis com a coleta e tratamento dos esgotos domésticos. “Neste ritmo, a previsão é que até 2019 a cobertura atinja 68%, saindo dos atuais 40%, e passará a beneficiar cerca de 16,5 mi imóveis. No próximo ano estão previstos R$ 9,594 milhões para continuar ampliando a rede de esgoto e que vai beneficiar 5,5 mil novos imóveis ”, explica o gerente regional .

Pesquisar no DRP

Arquivo do DRP

Postagens mais visitadas na última semana

Postagens mais visitadas no último mês

Postagens mais visitadas no último ano

Postagens mais visitadas em todos os tempos